13 de março de 2017

Thomas Watson: Um outro fruto do amor é a tristeza....


Um outro fruto do amor é a tristeza. Onde há amor a Deus, há um lamentar-se pelos nossos pecados de dureza contra Ele. Um filho que ama o seu pai não pode senão chorar por ofendê-lo. O coração que arde em amor derrama-se em lágrimas. Oh! Como eu poderia abusar do amor de um Salvador tão precioso?! Não sofreu o bastante o meu Senhor sobre a cruz, para que eu O faça sofrer ainda mais?
Devo eu dar-Lhe mais fel e vinagre para beber? Quão desleal e insincero eu tenho sido! O quanto tenho eu entristecido o Seu Espírito, negligenciado os Seus mandamentos reais, desprezado o Seu sangue! Isso abre uma veia de tristeza piedosa e faz o coração bater novamente. “Então, Pedro […] saindo dali, chorou amargamente” (Mt 26.75). Quando Pedro pensou em como Cristo afetuosamente o amava; em como ele havia sido levado até o monte da transfiguração, onde Cristo lhe mostrara a glória do céu em uma visão; pensar que ele havia negado a Cristo depois de ter recebido Dele tão notável amor, isso partiu o seu coração de tristeza; ele saiu e chorou amargamente.
Assim testemos o nosso amor a Deus. Nós vertemos as lágrimas da tristeza piedosa? Nós lamentamos a nossa dureza contra Deus, o nosso abuso de Sua misericórdia, a fato de não multiplicarmos os nossos talentos? Quão distantes estão de amar a Deus aqueles que pecam diariamente sem que isso golpeie o seu coração! Eles possuem um mar de pecados, e sequer uma gota de tristeza. Eles estão tão distantes de se preocuparem com isso, que fazem piada de seus pecados. “Quando tu fazes mal, então, andas saltando de prazer” (Jr 11.15, ARC). Ó miseráveis! Cristo sangrou pelo pecado, e vocês riem dele? Esses tais estão distantes do amor a Deus. Acaso ama o seu amigo aquele que ama causar-lhe dano?
(Thomas Watson)


6 comentários:

  1. Gosto imenso da passagem onde Pedro chorou, esse Pedro esteve muitas vezes em situações menos boas, no entanto dá-no um grande exemplo,o medo levou Pedro a fraquejar muitas vezes, no entanto ele amava mesmo o Mestre,um grande arrependimento sempre chama a atenção do Senhor. Boa reflexão. Há poemas novos qunado desejar passe pela verdade em poesia.Uma boa semana e muita Paz de Jesus e muita saúde. Bjinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia,irmão Antônio.Como estás?
      Eu também amo muito a passagem de Pedro.
      Vc já leu no blog ESTRELAS NO POÇO a postagem E A PEDRO?É sensacional a maneira como o amado irmão WATCHMAN NEE aborda essa passagem.É um dos livretos que eu mais amo.Quando tiver um tempinho vai lá no blog,faça a busca por E A PEDRO e leia,você vai amar.
      Nós somos como Pedro,amamos o Senhor mas muitas vezes fraquejamos e caímos no mesmo erro,mas o Senhor sempre cuida de nós com muito carinho.Somos importantes para Deus.
      Vou passar sim,pode deixar.
      Grande abraço,precioso irmão.
      OBRIGADA PELA PARTICIPAÇÃO.

      Excluir
  2. Olá querida
    Que linda postagem, Deus te abençoe. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes aqueles que amam verdadeiramente, ferem sem querer a pessoa amada, sem intenção. É o que acontece aos remidos, quantas vezes ferimos o Nosso Bom Amigo, depois é como chama dentro de nós, mas só Ele tem o Poder de repor tudo bem outra vez.BFDS.tudo de bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso já aconteceu comigo inúmeras vezes,já feri aqueles a quem amo e também já fui ferida.Dói demais!Sei que machuco muito meu MESTRE quando falo que amo meus irmãos mas minhas atitudes para com eles são totalmente diferentes.Só Deus sabe que não quero ser assim.Preciso cuidar melhor deles.Deus tem tido paciência comigo e tem me ajudado muito.Pedro negou o Senhor Jesus,foi exposto mas depois chorou amargamente.Que linda lição de amor!

      Glória a Deus porque Ele sempre nos restaura.
      Grande abraço pra vc!
      Que vc tenha sábado abençoado!

      Excluir


Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog.
Vou estar sempre esperando por VOCÊ.


QUE O SENHOR TE ABENÇOE GRANDEMENTE.