O pato

Havia um pequeno menino que visitava seus avós em sua fazenda e foi dado a ele um estilingue para brincar no mato.
Ele praticou na floresta, mas nunca conseguia acertar o alvo.
Desanimado, ele voltava para jantar, quando viu o pato de estimação da avó e, em um impulso, acertou a cabeça do pato e matou-o.
Chocado, triste e em pânico, ele escondeu o pato morto na pilha de madeira!
Sally (sua irmã) tinha visto tudo, mas ela não disse nada.
Após o almoço no dia seguinte, a avó disse: "Sally, vamos lavar a louça"
Mas Sally disse: " Vovó, Johnny me disse que queria ajudar na cozinha "
Em seguida, ela sussurrou ao ouvido do irmão: "Lembra-se do pato? '
Assim, Johnny lavou os pratos.
Mais tarde naquele dia, quando vovô perguntou se as crianças queriam ir pescar, a vovó disse "me desculpe, mas eu preciso de Sally para ajudar a fazer o jantar".
Sally apenas sorriu e disse, "eu vou porque Johnny me disse que queria ajudar no jantar". Novamente sussurrou no ouvido do irmão: "lembra-te do pato?"
Então Sally foi pescar e Johnny ficou para ajudar.

Após vários dias de Johnny fazendo o trabalho de Sally, ele finalmente não aguentava mais.
Ele veio com a avó e confessou que tinha matado o pato.
A avó ajoelhou, deu-lhe um abraço e disse:
"Querido, eu sei... eu estava na janela e vi a coisa toda, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixar Sally fazer de você um escravo."
Pensamento do dia e todos os dias depois:
Qualquer que seja o seu passado, o que você tem feito... O diabo fica jogando-o no seu rosto (mentir, enganar, a dívida, medo, maus hábitos, ódio, raiva, amargura, etc ).... seja o que for... Você precisa saber que:

Deus estava de pé na janela e viu a coisa toda.


Ele viu toda a sua vida ... Ele quer que você saiba que Ele te ama e que você está perdoado. Ele está apenas querendo saber quanto tempo você vai deixar o diabo fazer de você um escravo.
A grande coisa acerca de Deus é que quando você pedir perdão, Ele não só perdoa, mas Ele se esquece.
É pela graça e misericórdia de Deus que somos salvos.
Vá em frente e faça a diferença na vida de alguém hoje.

JESUS É O SENHOR!
Abraços!


Contristados por várias provações

(Ler com oração:Ezequiel 1:4; 1 Pedro 1:6-7)


Quando Pedro fala de sofrimentos, conseguimos ver claramente a graça do Senhor. Por não querer que em Seus filhos ainda haja essas impurezas, Ele nos vem provar. Essa provação não é exterior, não é como ser injuriado ou coisa assim, mas é para nos provar e purificar, com a finalidade de remover nossas impurezas. Para ilustrar isso, Pedro usa a figura do ouro sendo refinado. Em estado natural o minério de ouro tem muitas impurezas. Primeiramente o garimpeiro o lava com água e muitas impurezas já são ali retiradas. Para ser refinado, porém, o minério é colocado num cadinho, vaso de material resistente ao fogo usado para derreter minérios e minerais em altas temperaturas. O cadinho pode até ficar incandescente, mas ele mesmo não derrete. O minério de ouro é sólido, mas torna-se líquido sob a alta temperatura.
Quando derretidos, os minerais de peso específico maior, isto é, os metais mais pesados, vão para o fundo. Hoje há mais de cento e dez elementos químicos conhecidos e o ponto de fusão de cada elemento é diferente. Alguns talvez derretam a uma temperatura mais baixa, mas o ouro funde-se a uma temperatura muito elevada. Quando o ouro se funde, os elementos mais leves vêm à tona e assim podem ser removidos. Dessa forma o que resta no cadinho é mais puro. Contudo ainda não há cem por cento de pureza.
Em 1 Pedro 1:6b lemos: “Sejais contristados por várias provações”. Essa passagem fala de várias provações, e não de apenas uma, porque há muitas coisas em nós que requerem temperatura mais alta. Se a quinhentos graus elas não vêm à tona, precisamos de oitocentos graus, aí, sim, elas vêm à tona. As que são mais leves, ou seja, as que têm peso específico menor, aparecem e podem ser removidas. Assim pode ser que quarenta por cento de nossas impurezas já tenham sido removidas, mas ainda restam sessenta por cento. Agora Deus continua a nos colocar no fogo e a aumentar a temperatura, para que, por meio de várias purificações e refinos, sejamos transformados.
Talvez nessas provações nem todos experimentem o que Pedro sofreu, pois, embora tenhamos nosso homem natural muito forte, somos diferentes uns dos outros. Para alguns, talvez dez ciclos de purificação já sejam suficientes; para outros são necessários vinte. Pedro sabia que precisava ser apurado pelo fogo e todos nós devemos sabê-lo também.
Quando sofremos, somos contristados. Desde que fomos salvos, Deus usa várias situações para que sejamos purificados: situações na família, de trabalho e na igreja. Todas elas são como fogo que nos purificam. Claro que ficamos tristes, contristados, mas esse contristar é a graça de Deus para que essas impurezas sejam removidas e sejamos aprovados no tribunal de Cristo. Graças ao Senhor porque Pedro nos encoraja, dizendo: “Por breve tempo”.
Vejamos os versículos 6 e 7: “Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo”. Pedro ilustra nossa fé com algo físico: quando apuramos o ouro, refinando-o, usamos altas temperaturas. Essas temperaturas definem qual é o quilate do ouro, isto é, a quantidade de ouro contida numa liga. O ouro puro, por exemplo, contém vinte e quatro quilates. Cada ciclo de purificação estabelece a porcentagem de ouro que há na liga. Numa liga de doze quilates há, portanto, cinqüenta por cento de impurezas. Aplicando à nossa experiência espiritual, esse ouro ainda é natural, físico e perecível.
Mas nós, que passamos por várias provações, ganhamos um ouro mais precioso do que esse. Conseqüentemente, depois de várias provações, nosso ouro vai se tornar o metal brilhante (que algumas versões traduzem por electro) citado em Ezequiel 1:4. É desse ouro que a Bíblia nos fala.
Ponto-chave:
Purificados até nos tornar como o electro

Pergunta:
Em sua experiência, que representam as altas temperaturas?


Precisamos crer nisso...


O evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê.