JEREMIAS 15:16 KJA

Quando a tua Palavra foi encontrada, eu comi cada frase e as digeri em meu íntimo; elas me nutrem dia após dia, são minha satisfação e júbilo maior; porquanto teu Nome foi invocado sobre mim, isto é, pertenço a ti!

Lar doce Lar


             Será que isso ainda existe? Existindo, como posso encontrá-lo.

            Milhares de casais (ex-casais) nem fazem mais essas perguntas. Desiludidos, traumatizados e feridos no corpo e na alma, eles abandonaram definitivamente a esperança por uma reconciliação. Com os corações cheios de ódio e amargura eles procuram suprir essa lacuna por outros caminhos, "Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte." (Provérbios 14:12) Ironicamente buscam a solução para os seus problemas no sexo oposto (que no matrimônio não deu certo) e só se vêem lançados cada vez mais fundo, no lamaçal do pecado, gerando novos conflitos sem solução, que conduzem, via de regra, a crimes.
          Também existem milhões de casais que ainda lutam por soluções verdadeiras para seus casamentos falidos, mesmo os desquitados. As estatísticas nos dizem que mais de 50% dos casamentos no Brasil terminam em separações e que a maioria dos casais restantes vive desajustado. Que tragédia! Qual a raiz desse mal e onde está a solução?
            O gerador de todos os conflitos é o pecado e a solução começa com diálogo franco e aberto entre marido e mulher. Conflitos matrimoniais se resolvem conversando, perdoando "Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou."  (Efésios 4:32) e amando (II Coríntios 13).
             Só Deus, que criou tudo perfeito "A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas." (Gênesis 1:2), tem o remédio para regenerar o homem caído e restaurar um casamento, Volte-se para Ele, "O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância."  (João 10:10).
            A Sua palavra orienta: "Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama. Porque ninguém jamais odiou a própria carne; antes, a alimenta e dela cuida, como também Cristo o faz com a igreja;"  (Efésios 5:25-29)
             "As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor;" (Efésios 5:22)
Portanto, para restaurar o seu lar, receba Jesus em seu coração (João 1:12) "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; " submeta-se ao senhorio de Cristo, dialogue amorosamente com seu cônjuge e aprenda a perdoar e amar, espelhando-se em tudo no exemplo de Cristo, e lembre-se: Quanto mais perto de Deus estiverem, tanto mais próximos um do outro estarão. "Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros." (Hebreus 13:4)
             "O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece," "... não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará..." (I Coríntios 13:4-8)

             Vale a pena lutar por um doce lar.    

                                              

Pesquisar este blog

AddToAny