JEREMIAS 15:16 KJA

Quando a tua Palavra foi encontrada, eu comi cada frase e as digeri em meu íntimo; elas me nutrem dia após dia, são minha satisfação e júbilo maior; porquanto teu Nome foi invocado sobre mim, isto é, pertenço a ti!

Provérbios/Dias mais sábios

"Procura conhecer o estado das tuas ovelhas e cuida dos teus rebanhos, porque as riquezas não duram para sempre, nem a coroa, de geração em geração" (Provérbios 27:23-24).

Você conhece o estado das ovelhas que cuida?

No Antigo Testamento, conhecemos a história do povo Hebreu, o povo de Deus. Eles estiveram no Egito por muitos anos, sendo escravizados por Faraó. Até que Deus os libertou, por intermédio de seu servo Moisés. Após saírem do Egito, os hebreus passaram 40 anos no deserto. Ali, Deus os sustentou em todas as suas necessidades. Ele fazia cair do céu maná, todas as manhãs, e eles se alimentavam sem terem de trabalhar para isso. Contudo, depois que entraram na boa terra de Canaã, cada um teve de se esforçar para obter sustento.

Do mesmo modo, ocorre hoje em nosso viver espiritual. Temos de trabalhar. Se não formos diligentes na comunhão pessoal com o Senhor, na leitura bíblica devocional, no cuidar das ovelhas que o Senhor nos entregou, não obteremos alimento para sustento. Precisamos ser diligentes em ter um viver cristão adequado e cumprir a orientação do Senhor cuidando das ovelhas. Vamos nos esforçar em nosso trabalho de cuidar dos rebanhos, conhecendo o estado das ovelhas que o Senhor confiou a nós! Assim, "quando, removido o feno, aparecerem os renovos e se recolherem as ervas dos montes, então, os cordeiros te darão as vestes, os bodes, o preço do campo, e as cabras, leite em abundância para teu alimento, para alimento da tua casa e para sustento das tuas servas" (Pv 27:25-27).


"O que bendiz ao seu vizinho em alta voz, logo de manhã, por maldição lhe atribuem o que faz" (Provérbios 27:14).

Não viva de aparências

Jesus nos ensina a nos guardar de exercer a nossa justiça diante dos homens, com o fim de sermos vistos por eles; doutra sorte, não teremos galardão junto de nosso Pai celeste (Mt 6:1). Logo, tudo o que fizermos deve ser de maneira discreta. Há, porém, quem goste de mostrar que o seu casamento é perfeito, que seus filhos são os melhores do mundo, que a sua vida é maravilhosa. Mas isso não é a realidade, pois todos temos problemas, e nada é perfeito em nossas vidas. Isso é viver de aparências e faltar com a discrição.

Existe algo, entretanto, que deve ser visto em nós, com realidade: o trabalhar da vida de Deus. Assim, poderemos ajudar quem está passando pelas mesmas situações em que já fomos trabalhados por Ele. Para isso, façamos como Paulo nos ensina: não fazer nada por vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo (Fp 2:3). Mantendo a humildade e a discrição, somente a vida de Deus será visível em nós, sendo ela apta a transformar todo aquele que O recebe.



"Tome-se a roupa àquele que fica fiador por outrem; e, por penhor, àquele que se obriga por mulher estranha" (Provérbios 27:13).

Jesus, nosso Fiador

O versículo de hoje nos alerta a respeito da responsabilidade de ser fiador de outra pessoa. Naquela época era costume a quem ficasse por fiador de um estranho o dever de dar a própria roupa como garantia do pagamento. É realmente muito complicado ser fiador em contratos ou acordos, pois o ser humano, por natureza, não é confiável. Eu mesmo já presenciei inúmeros desconfortos nesse assunto.

Agora, pensemos no que o Senhor Jesus fez por nós: "Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual a Si mesmo se deu por resgate por todos" (1 Tm 2:5). Nós não tínhamos condições de pagar o preço da reconciliação, mas Jesus Cristo o fez por nós. Ele a Si mesmo se entregou para nos resgatar. Fez como um fiador, pagando o preço de uma dívida que não era Dele. Porém nós não precisaremos pagar mais nada, nossa dívida já foi anulada. Quanto amor e quanta misericórdia! Deus nos recebe por meio de Seu Filho, nosso Mediador.

"Não abandones o teu amigo, nem o amigo de teu pai, nem entres na casa de teu irmão no dia da tua adversidade. Mais vale o vizinho perto do que o irmão longe" (Provérbios 27:10).

Valorize os que estão perto!

A Bíblia nos alerta de que nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis, os homens serão egoístas, avarentos, arrogantes, ingratos e traidores (2 Tm 3:1-4). E nós, mesmo salvos, podemos cair no erro de agir assim. Um exemplo do que pode ocorrer é: menosprezar a ajuda que aqueles que estão ao nosso lado podem nos proporcionar. Às vezes, somos inclinados a valorizar os que estão distantes de nós em detrimento dos que estão próximos. No versículo de Provérbios de hoje somos orientados a cuidar e pedir ajuda aos que estão perto.

Deus nos acolheu em sua casa, a qual é a igreja, e nos tornou da sua família. Os irmãos que estão conosco na igreja da nossa cidade, são nossa família e devemos tanto cuidar deles, não os abandonando, quanto contar com eles nos momentos de adversidades, pois são os que estão perto. Amemos uns aos outros sem egoísmo, preferências ou ingratidão no coração, assim como Deus nos amou (1 Jo 4:11).

"A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo amargo é doce" (Provérbios 27:7).

À alma faminta o amargo é doce

Sou filho de uma geração que passou pela guerra; uma geração que conhece o que é a fome, a escassez. Meus pais sempre deram muito valor ao alimento que se põe na mesa. Fui ensinado a não desperdiçar nenhum grão de arroz. Quem vive na fartura não tem a mínima noção do que seja não ter o que comer; esbanja, não valoriza o que tem.

Espiritualmente ocorre o mesmo. A Bíblia é o alimento para o espírito humano. Porém, em alguns lugares, as pessoas são proibidas de tê-la e vivem famintas. Se você tem liberdade de ler a Palavra de Deus, valorize. Se você tem acesso a livros cristãos que o ajudam a conhecer as Escrituras, leia os, juntamente com a Bíblia, valorizando cada grão deste alimento. Não pise em favo de mel. Valorize o alimento que tem!


AUTORIA:PEDRO DONG....Fiel ministro do Senhor.



Pesquisar este blog

AddToAny