Para Meditar!



Há um fato curioso a respeito da mariposa imperial: sem deixar marcas, ela sai do casulo por uma abertura que nos parece pequena demais para seu corpo. A natureza proveu assim de modo a que, pela constrição das asas da mariposa, ocorra a circulação dos humores nessas partes.
Certo dia, vendo um desses casulos, um homem descuidado pensou poder ajudar a natureza. Já levava manhã inteira a saída do inseto, e o processo ainda não se completara! Impaciente, então, aquele homem tomou uma tesoura e cortou o fiozinho que embaraçava a saída da mariposa. Pronto! E lá veio a pobrezinha, arrastando um estranho corpo intumescido.
Ora, nunca aquela mariposa chegou a abrir suas asas.A pressa do observador impedira que se completasse o laborioso processo que estimularia a circulação nos minúsculos vasos de suas asas. Pois bem: assim somos nós ao pretender apressar a natureza das coisas. Muitas vezes, ao vermos alguém sofrer, queremos logo cortar-lhe os sofrimentos e a disciplina.
Homens de pequena visão! Será que temos cuidado e compaixão dos outros, e Deus não? Se Ele permite que alguém sofra, não será isso feito para o bem e por amor daquela vida? Sem dúvida, Deus, na Sua infinita sabedoria e visão, sabe que todo fim glorioso envolve alguma dose de sofrimento. Encorajemo-nos por saber que "a nossa leve emomentânea tribulação produz para nós eterno peso de
glória, acima de toda comparação" (2 Co 4:17).
(Adaptado de "Mananciais no Deserto")

Alimento Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog.
Vou estar sempre esperando por VOCÊ. :D
QUE O SENHOR TE ABENÇOE GRANDEMENTE.